Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

amarporinteiro

Aqui verto todos os sentimentos que sinto por uma mulher única e verdadeira nos seus atos. Esta história pode não ter começado num "era uma vez", mas vai acabar num "foram felizes para sempre"

Aqui verto todos os sentimentos que sinto por uma mulher única e verdadeira nos seus atos. Esta história pode não ter começado num "era uma vez", mas vai acabar num "foram felizes para sempre"

amarporinteiro

16
Nov17

Dois seres...

amarporinteiro

Por vezes dou por mim a olhar-te, enquanto falas ou sorris, enquanto conduzes e pegas na minha mão e penso: "Como eu amo esta mulher...". Não te digo nada, mas sei neste instante, como sempre soube, que estou perante o meu grande e definitivo Amor.

Essa sensação já me assustou, mas hoje é tão límpida que sei que nunca poderei lutar contra um facto tão evidente. Meu Amor, tu és em mim uma vida que nunca julguei real. Porque nunca julguei que o Amor pudesse ser um acto de entrega tão profundo, tão cúmplice e perfeito.

Tu chegaste talvez no momento da minha vida em que eu te saberia amar. Muitas vezes desejaria ter-te conhecido mais cedo. Mas mais cedo talvez não existisse em mim a capacidade de ver, de sentir, de passar limites por alguém e por mim.

Entendo hoje que reordenaste a minha vida, os meus sonhos, o meu tempo. Deste-me muito de ti, mais do que talvez tenhas dado a qualquer outra pessoa nesta vida. Chegares até mim foi para ti a concretização de uma longa espera e hoje apenas há lugar para a certeza de que nos pertencemos.

Entendo que o meu tempo e a minha vida deixaram de ser meus, para serem nossos, para se misturarem com a tua própria vida e o teu tempo. E é para esses momentos nossos que vivo, é por eles que espero enquanto os dias passam e o compromisso diário de viver aqui, sem ti, se repete.

A luz da tua presença é tudo, quando me acaricias, quando a tua mão pega na minha e sorris, quando a maciez dos teus lábios toca os meus, quando me abraças e o teu corpo é meu numa comunhão de Amor e desejo. Ou até quando me falas no fim do dia durante uma ou duas horas e te sinto como se estivesses aqui ao meu lado, no meu quarto e eu pudesse deitar a minha cabeça no teu peito e adormecer assim, nos teus braços.

A nossa existência, juntos, tem sido feita de emoções pouco comuns. Tem sido um encontro perfeito dentro de uma realidade imperfeita, apesar, de às vezes, parecer que estamos distantes um do outro. Mas o Amor que sentimos tem tido a capacidade de passar por todas as lágrimas, pela ausência e pelo silêncio de não estares, de eu não estar ao teu lado. É essa a capacidade gloriosa do nosso Amor e relembro que nos momentos difíceis, a tua dignidade e doçura nunca me deixaram só, as tuas palavras e gestos sempre me mostraram como um homem ama uma mulher e como todas as mulheres deveriam ser amadas.

Porque a maneira como me amas é feita de tantas pequenas e grandes coisas, muitas inexplicáveis. Tenho medo dos sonhos que se podem desfazer, mas simultaneamente tenho perfeita consciência de que este sentimento que partilhamos não será atingido por nada. Não sei como se cumprirá o futuro, mas sei que nunca mais deixarás de existir na minha vida.

Quero estar nos teus braços, quero ser aquele a quem tu chamas "meu homem", porque sei que o sou, porque compreendo que é assim que me vês e o compromisso que temos tem essa seriedade e esse destino. Tu e eu, meu Amor, criamos uma realidade nova, um mundo mágico e sereno, nosso. E é aí que a nossa vida se revela, que todos os sonhos são possíveis, que cresce para nós um Amor tão certo e belo.

Dizem que estas histórias têm um fim inevitável, anunciado. Mas é mentira. Nunca poderei explicar porque tenho tanta certeza que é mentira, mas sei que é. Porque o nosso final anunciado é outro. Como poderão duas pessoas que se amam de uma maneira quase sobrenatural não permanecer juntas? Isso seria como roubar a existência a ambos.

AMO-TE MEU AMOR

 

m000116650.jpg

 

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub