Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

amarporinteiro

Aqui verto todos os sentimentos que sinto por uma mulher única e verdadeira nos seus atos. Esta história pode não ter começado num "era uma vez", mas vai acabar num "foram felizes para sempre"

Aqui verto todos os sentimentos que sinto por uma mulher única e verdadeira nos seus atos. Esta história pode não ter começado num "era uma vez", mas vai acabar num "foram felizes para sempre"

amarporinteiro

11
Mar19

AMO-TE com tudo o que sou!

amarporinteiro

O amor não é perfeito. Não é porque nós também não o somos. O amor não é todos os dias bonito, não é todos os dias atento, não é todos os dias paciente. Não é. E não é por isso que é menos amor, ou que não é amor.

Sempre que passamos fases mais atribuladas ou de maior distância nas nossas relações ouvimos as vozes todas do mundo dizer “Se não te faz feliz então tens de pensar se é isso que queres para a tua vida.” E então nós ficamos com aquela sensação de que se calhar aquilo que estamos a viver não é amor. Dou por mim a não acreditar nisso. O que sei é que existe muita falta de paciência para lidar com as dificuldades e com os defeitos do outro. Não se contempla que o melhor dia de trabalho de um tenha sido o pior dia de trabalho do outro, não se contemplam as noites mal dormidas, os mal entendidos, não se contempla a vida que nem sempre nos dá só motivos para sorrir. É duro ficar. Há dias em que ficar é duro, há dias em que a outra pessoa não nos consegue ler e há dias em que somos nós os analfabetos. A pessoa que tu amas não é um desenho exato feito à imagem da tua expectativa. Isso não existe.

O amor é ficar “apesar de”, é depois das complicações, das discussões, da vida estar mais pesada olhar para a outra pessoa e pensar “continua a valer a pena”. É ficar apesar dos defeitos, apesar das dificuldades, apesar da falta de tempo. É muitas vezes sentir que queremos nadar e já só temos um braço. Claro que existem situações em que o fim é inevitável, claro que existem relações altamente tóxicas das quais temos de nos conseguir libertar, mas estou a falar dos fins prematuros que acontecem porque nos andaram a vender uma ideia de amor que não é a real.

A vida complica-se, as pessoas crescem, e às vezes não recebemos tantas flores como gostávamos, não jantamos tantas vezes fora, não viajamos com tanta frequência ou nenhuma. Mas se prestarmos atenção o amor aparece noutras coisas. O amor às vezes é aquele abraço sem motivo que se dá na cozinha, às vezes é só ouvir os teus desabafos e rir das tuas parvoíces.

Não existe nenhuma relação perfeita, juro. O que existe é a forma como te entregas ao outro. O resto são puras palavras... Continuo a defender que o amor são as nossas atitudes no dia-a-dia. E eu AMO-TE COM TUDO O QUE SOU!!!

depositphotos_19236371-stock-photo-i-love-you-with

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub