Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

amarporinteiro

Aqui verto todos os sentimentos que sinto por uma mulher única e verdadeira nos seus atos. Esta história pode não ter começado num "era uma vez", mas vai acabar num "foram felizes para sempre"

Aqui verto todos os sentimentos que sinto por uma mulher única e verdadeira nos seus atos. Esta história pode não ter começado num "era uma vez", mas vai acabar num "foram felizes para sempre"

amarporinteiro

20
Mai19

O livro ou a capa...

amarporinteiro

Quantas vezes pensamos em desistir de tudo, virar as costas ao mundo e dizer que está tudo errado, que nada do que estamos a viver é aquilo que planeamos para nós.
Acordamos e pensamos que o dia vai ser uma seca, que não queremos tirar o rabo da cama, pois a preguiça é mais forte que a vontade de vencer. Demoramos uma eternidade a decidir o que realmente vamos fazer, se ficamos na cama, se saímos para a rotina do dia-a-dia.
Então decidimos sair de casa mesmo contrariados, com vontade de voltar para trás, de deixar a vida correr enquanto nós dormimos, e enquanto dormimos, não temos de sofrer, não temos de sentir, não vemos, não nos vêm, e assim passa tempo precioso que não vai voltar.
E isto torna-se uma constante e desastrosa rotina da nossa vida, sem coragem para decidirmos o que vamos fazer, se nos levantamos ou continuamos deitados.
Por vezes não é a falta de coragem, mas sim a falta de visão, que não nos deixa ver o que realmente é bom para nós, o que realmente queremos para o nosso futuro, será que desistir de tudo é a solução?
Será que deitar tudo a perder é a nossa melhor escolha?
Não querer moldar o que já temos, não querer dar valor ao que se conquistou, perder tudo e começar do zero.
Por vezes é assim que as coisas são, difícil decidir, sem coragem para tomar a decisão, mas sempre vai existir o “Será Que”... este será que paira no ar e não nos deixa pensar, não nos deixa tomar decisões assertivas, como será a vida se o caminho for o errado?
Ou será que são caminhos errados, apenas decisões que nos levam aos erros do nosso caminho.
Será bem mais complicado do que julgamos, por vezes o coração é forte, a mente é fraca e na maioria dos casos, apenas nos preocupamos com os outros sem sequer olharmos para a nossa felicidade, sem nos preocuparmos com quem realmente é importante para nós.
A única pessoa importante na tua vida és tu mesmo, sem ti não vives, sem ti não há nada do que sonhaste nem o que queiras vir a sonhar.
Tens de batalhar por ti, olhar para ti e ignorar o que dizem, pensam e comentam sobre ti. O que interessa é o que penso em relação a ti e o que quero para mim. Não te julgo, não te pressiono e coloco-me muitas vezes no teu lugar. 
Nada nem ninguém tem direito em opinar sobre a tua vida a não seres tu, e só tu decidirás quem sairá vitorioso nesta história, e se no fim de tudo, viras um livro ou apenas uma capa sem conteúdo.
Eu continuo a AMAR-TE, AGORA CADA VEZ MAIS...
LOVE YOU TO THE MOON AND BACK

por-maiores-que-sejam-as-dificuldades-do-amor-vale

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub